Campanha de vacinação contra febre aftosa é iniciada em Catingueira

A segunda etapa da vacinação contra febre aftosa teve início desde o último dia primeiro de novembro em Catingueira. De acordo com a Secretaria de Municipal de Agricultura, há no município um rebanho bovino de 5.020 mil cabeças de gados cadastrados e a população vacinável e de aproximadamente 1.616, mil cabeças.

Na campanha deste ano, que vai até o dia 30 de novembro, prazo estabelecido pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), serão vacinados os animais jovens de 0 a 2 anos de idade.

O Secretário de Agricultura José Fernandes de Lucena lembrou que, mesmo que o criador não tenha animais na faixa etária vacinável, é obrigatório ele se dirigir até a sede da Secretaria Agricultura de Catingueira para fazer o controle de comparecimento, que é a declaração dos animais que estão fora da faixa etária vacinável, ou seja, com idade superior a 25 meses.   

Os criadores poderão comprar as vacinas levando o CPF em uma revendedora autorizada ou loja de produtos agropecuários. Após efetuar a compra da vacina e imunização o rebanho, os criadores têm o prazo de 10 dias para declarar a vacinação junto a Defesa Agropecuária, no escritório de atendimento a comunidade, que funciona na secretaria de agricultura do município.

O principal objetivo da ação é continuar atingindo a meta de vacinação exigida pelo mapa e manter o rebanho livre da febre aftosa, situação que permite o transporte de animais vivos, produtos e subprodutos de origem animal, entre os estados do Brasil.

“Hoje o Brasil é livre de febre aftosa com vacinação. Em 2020, dependendo do comprometimento dos criadores, o Brasil será livre de febre aftosa sem vacinação.” Disse Aluízio Silva, veterinário e fiscal da Defesa Agropecuária do Estado.

No último dia 12 de novembro Aluízio esteve em Catingueira a fiscalização e vacinação assistida nas propriedades Rurais, juntamente com o veterinário e Chefe da ULSAV de Patos/PB, Adeylson Leite Fernandes, o veterinário Joelson Ramos, e três estagiaria do curso de medicina veterinária da UFCG, Sarah Gabrielly Arruda de Almeida, Larissa Emilly Farias da Costa, Maria Isadora Gabriel Gomes,

 

« Voltar